Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘fotos e videos’

arenacorinthians_jogo_get_95

Este é um especial exibido pelo Discovery Channel de ótima qualidade, que exibe desde o projeto até a conclusão, inclusive relatando todos os problemas que geraram atrasos na obra, além de também exibir a infra estrutura construída pelo governo de SP na cidade, para acesso dos torcedores até o estádio em Itaquera.

A Arena Corinthians, popularmente conhecida como Itaquerãoé um estádio de futebol localizado no distrito de Itaquera, na Zona Leste do município de São Paulo, Brasil. De propriedade do Sport Club Corinthians Paulista, a arena foi inaugurada oficialmente em 18 de maio de 2014 e foi palco da cerimônia de abertura e de seis jogos da Copa do Mundo FIFA de 2014, incluindo o de abertura.

Com capacidade para 48 234 lugares, é o quinto maior estádio da Série Ado Campeonato Brasileiro de Futebol e o 11º maior do Brasil. Durante a Copa do Mundo e pelo menos até o final de 2014, foram mais de 63 mil espectadores. Devido ao pedido da FIFA de pelo menos 65 mil lugares para o jogo de abertura da Copa do Mundo, 19.800 assentos temporários foram adicionados ao estádio para o torneio internacional.

Anúncios

Read Full Post »

Além de ganhar um torneio importante, o Corinthians conquistou este campeonato de forma invicta. Considerado o segundo mais importante campeonato de clubes do mundo, a Libertadores da América é o desejo de muitos clubes, mas poucos conseguiram chegar lá, Somente 9 clubes foram campeões.

Este ano, talvez foi a decisão mais comentada, a decisão mais esperada, porque o Corinthians, que é uma nação, estava disputando pela primeira vez a final do campeonato, com chances imensas de ser campeão, por ter um time equilibrado, com uma defesa muito segura e ter uma torcida maravilhosa, gigante, com mais de 30 milhões de torcedores.

Final com cobertura impressionante, enfim todos estavam ligados na decisão, isto porque o nosso Corinthians é muito grande e gera milhões de reais, para muita gente.

Tudo isso é muito importante, Tv, Rádio, internet ou sinal de fumaça, mas o que realmente vale a pena, é ganhar um título tão desejado.

Para muitos é uma realização de uma vida inteira, não tem explicação. Esta conquista foi tão grande, que até os adversários, desesperados, torciam como se o Brasil vestisse azul com uma faixa amarela no meio e falasse espanhol.

Queiram ou não, o Corinthians tem um dimensão enorme, poucos times tem a grandeza do Timão. Só observar o que foi a final do Santos o ano passado e a nossa deste ano, só se falava nisso.

Muitos jornalistas dizem que o Corinthians é um time operário, não considero isso verdade, para uma conquista tão grandiosa como foi esta, não pode ter só jogadores operários, precisa ter grandes jogadores, um grande técnico, e também de jogadores que decidam, que não tremam em finais, como Emerson Sheik.

Emerson Sheik é um grande jogador, com 33 anos, se tornou definitivamente, um nome da história do Corinthians, daqui trinta anos, as televisões vão lá procurar o Emerson, já com cabelo branco, para falar da conquista e da mordida que ele deu não mão do argentino.

Corinthians campeão invicto da Libertadores da América, a melhor defesa de todos os tempos, demorou para chegar, mas quando veio, veio com tudo, é simplesmente incontestável a nossa vitória.

Elenco

Goleiros

Cássio, Julio César e Danilo

Laterais Esquerdos

Fábio Santos e Ramon

Laterais direitos

Alessandro e Welder

Zagueiros

Chicão, Leandro Castan, Wallace, Marquinhos e Paulo André

Volantes

Ralf, Paulinho, Edenilson, Ramires e Wllian Arão

Meias

Danilo, Alex e Douglas

Atacantes

Emerson, Jorge Henrique, Liédson, Willian, Romarinho, Elton e Gilsinho

Principais Destaques

Emerson Sheik

Um grande jogador, um craque, jogador decisivo que cresce nas decisões e tem um pé quente incrível, ganhou os últimos 3 campeonatos brasileiros e agora a Libertadores.

Cássio

Goleiro de 1,95cm, com esta altura muito seguro nas bolas altas, mas nem por isso lento, a bola que pegou de Diego Souza do Vasco, foi decisiva para a conquista quarta-feira.

Paulinho

Jogador vibrante, volante que sabe jogar,  fazedor de gols, foi muito importante contra o Vasco fazendo o gol da vitória, talvez o melhor jogador do campeonato.

Danilo

Jogador frio, que joga para o time, também decisivo, decidiu vários jogos com seus gols, como o da semi final contra o Santos no Pacaembu.

Ralf

O melhor 1º volante do Brasil! junto com Paulinho, eles formam a melhor dupla de volantes do Brasil, o Corinthians só foi campeão porque no último do primeiro jogo, fez o gol de empate da partida.

Leandro Castán

Zagueiro seguro e competente, um dos grandes responsáveis pela melhor defesa de todos os tempos da Copa Libertadores.

Romarinho

O que dizer de um jogador que toca a primeira vez na bola, vindo do banco de reservas e faz um gol decisivo para o título mais importante das Américas, este Romarinho, o iluminado!

Tite

O grande comandante desta conquista, técnico que prioriza a defesa, mas que não deixa de atacar, comandante cerebral, que consegue com as palavras ganhar um grupo de jogadores, que naturalmente possum várias personalidades diferentes.

Confira no site da Gazeta Esportiva, a ficha técnica dos 25 jogadores que fizeram parte do elenco campeão, só clicar na foto abaixo:

A Campanha

Fase de Grupos

Deportivo Táchira 1 x 1 Corinthians

Corinthians 2 x 0 Nacional-PAR

Cruz Azul 0 x 0 Corinthians

Corinthians 1 x 0 Cruz Azul

Nacional-PAR 1 x 3 Corinthians

Corinthians 6 x 0 Deportivo Táchira

Oitavas de Final

Emelec 0 x 0 Corinthians

Corinthians 3 x 0 Emelec

Quartas de Final

Vasco  0 x 0 Corinthians

Corinthians 1 x 0 Vasco

Semi Final

Santos 0 x 1 Corinthains

Corinthians 1 x 1 Santos

A GRANDE FINAL

A final foi cercado por vários tabús que deveriam ser quebrados, um deles era o estádio La Bambonera, temido e adorado por alguns brasileiros, na minha opinião de maneira exagerada, porque o que eles fazem por lá, a torcida fiel faz e muito bem.

O Boca Jr vinha para a final com toda a bagagem de Libertadores e com todo o talento de Riquelme, já cansado, mas sempre perigoso.

O Corinthians foi para a final com sua força de conjunto e ótima defesa.

Enfim foi a decisão que muitos esperavam, pois parou o Brasil, comparado a uma decisão de Copa do Mundo.

Jogo de ida em La Bambonera – Argentina

Assista na íntegra o primeiro jogo aqui:

Resultado

BOCA JR 1 X 1 CORINTHIANS

Escalações do primeiro jogo

Boca Juniors: Orión; Roncaglia, Schiavi, Caruzzo, Clemente Rodríguez; Somoza, Ledesma, Erviti e Riquelme; Mouche e Santiago Silva. Técnico: Julio Cesar Falcioni.

Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Emerson e Jorge Henrique. Técnico: Tite.

Gols: Roncaglia aos 27 minutos do segundo tempo e Romarinho aos 40 minutos do segundo tempo.

Jogo de volta – Pacaembu – São Paulo

CORINTHIANS 2 X 0 BOCA JR

Ficha técnica

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 4 de julho de 2012

Horário: 21h50 (horário de Brasília)

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)

Assistentes: Abraham Gonzalez e Humberto Clavijo (ambos da Colômbia)

Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Emerson e Jorge Henrique. Técnico: Tite.

Boca Juniors: Orión; Sosa, Schiavi, Caruzzo, Clemente Rodríguez; Somoza, Ledesma, Erviti e Riquelme; Mouche e Santiago Silva. Técnico: Julio Cesar Falcioni.

Gols: Emerson aos 08 minutos do segundo tempo;  Emerson aos 27 do segundo tempo.

Video completo do jogo decisivo no Pacaembú:

A quatro anos atrás, um amigo meu perguntou para mim, ele não torce para ninguém, como eu poderia torcer para um time rebaixado, eu simplesmente respondi que o Corinthians era uma lição de vida! Então agora está provado que só os fortes de mente e os grandes de coração, podem dar a volta por cima. Se alguma coisa está muito errada e chegou no fundo do poço, você pode com determinação e acreditando sempre em Deus, sair de uma situação difícil e alcançar os  tão sonhados objetivos na vida.

Por isso que continuo dizendo que o “Corinthians é uma lição de vida”.

VAI CORINTHIANS!!!!!

Read Full Post »

Manifestação do povo no Egito

Quem pode com o povo quando realmente está afim de realizar algo? A vontade do povo é soberana, quando nós brasileiros, tomarmos  consciência disso, nenhum político safado no Brasil se elegerá.

O povo do Egito é um grande exemplo disso: depois de 18 dias de manifestações intensas, Hosni Mubarak deixa o cargo que ocupava desde 1981. mais no Último Segundo.

O povo demorou 30 anos para tirar o  ditador do poder, mas um dia eles acordaram e quando acordaram, não sobrou pedra sobre pedra, talvez o ex-ditadorzinho se asile em outro país agora, porque não tem clima para morar no país que nasceu.

E aqui no Brasil, porque o povo ainda aceita quando um político desonesto, rouba o dinheiro que é  nosso?

O Egito e outros países que estão fazendo este movimento na Ásia, são um grande exemplo, para os bons e os maus políticos do nosso país. Tomem cuidado, porque um dia realmente o povo chega no limite e aí…

Como aconteceu na época da ditadura, o povo começou a mudança, não foram os políticos que fizeram a revolução. Em 1992, com  o Impeachment do presidente Collor, os caras pintadas marcaram época, e também ocorreu a mudança.

Portanto nós o povo, temos o poder, nós dirigimos o país, na verdade quem dita as regras  somos nós. Por isso, quando vejo um político famoso, não fico puxando o saco e nem babando ovo, ele não passa de um representante do povo, alguns tratam como se fossem grandes heróis ou até artistas da TV, mas não passam de eleitos pelo povo para nos representar no congresso.

A festa depois da renúncia

Muitos vão ao político  mendigar um emprego, um prato de comida, etc… mas não devemos agir assim, devemos exigir que eles façam o possível para realizar o que necessitamos. Não apelar para a violência, porque quando agirmos assim, perderemos toda a razão.

Portanto, o povo quando é alienado, é muito mais fácil ser manipulado, não se ligam a nada, não acompanham o que acontece por aí, muitos não sabem nem em quem votou na última eleição. E os políticos desonestos sabem disso e como sabem, prometem tudo para o povo e depois, não dão um simples bom dia quando passam por nós.

 

Read Full Post »

Dodge Viper

Existem no Brasil, com a nova ascensão econômica do nosso país, algumas marcas e modelos de carros fantásticos, marcas famosas, outras nem tanto, mas com um componente que iguala todos eles: o preço altíssimo, na casa dos R$ 1 milhão de reais para cima.

Eu particularmente, me contento com um Golf ano 2008, que para mim é um tremendo carro(que aliás ainda não tenho, rs),  mas aqui estamos falando de carros dos sonhos, carros de celebridades, de  jogadores de futebol e de empresários bilionários.

Vou começar por um modelo fantástico da Ferrari:

FERRARI 458 ITÁLIA V8

A Ferrari 458 Italia, lançado no IAA Frankfurt Motor Show 2009, é um oito-cilindros berlinetta dois lugares com um  motor traseiro, e representa uma verdadeira ruptura com o passado em termos de alta tecnologia anterior de carros esporte de Maranello.

Projetado para atender às expectativas e ambições dos clientes mais apaixonados, a Italia 458 continua a tradição da Ferrari de colocar a emoção da condução, como resultado de via derivados de inovações tecnológicas.

A experiência de corrida do carro pode ser sentida não só em termos de transferência tecnológica pura, mas também em um nível mais emocional, por causa da forte ênfase na criação de uma relação quase simbiótica entre o condutor e o carro.

Cada Ferrari é o resultado de uma abordagem de design intransigente que integra estilo e requisitos aerodinâmicos.

O motor é um V8 grau de cárter seco 90 com um deslocamento de 4499 cc e  montado na traseira. É um projeto inteiramente novo projetado para atingir um máximo de 9.000 rpm – a primeira em um carro de estrada – com uma alta taxa de compressão 12.5:1 e potência máxima de 570 CV.Isto equivale a uma potência de saída de 127 CV / litro, um novo marco para um motor naturalmente aspirado de produção.

O generoso torque disponível – 540 Nm às 6000 rpm, com mais de 80 por cento disponível a partir de 3.250 rpm – assegurando uma rápida pick-up de todas as rotações. A saída de torque específico de 120 Nm / l é outro recorde.

A concepção dos componentes do motor tenha sido influenciado pela transição de tecnologia de corrida – F1 em particular – para a eficiência de fluido dinâmico máximo para atingir os objetivos de desempenho e consumo de combustível, e cumprir as mais rigorosas restrições de emissões internacionais.

E por falar em sonho, reparem no espanto do garoto gravando a Ferrari 458:

Mais em  Ferrari.com

LAMBORGHINI MURCIÉLAGO LP 670-4 SV

O Murciélago é modelo esportivo que foi apresentado pela Lamborghini em 2001 como linha 2002 em substituição do famoso Lamborghini Diablo. Foram lançadas posteriormente as versões Roadster e LP640. O modelo é divulgado nos jogos da Midnight Club 3: DUB Edition, Midnight Club: Los Angeles, e série Need for Speed.

Possui componentes de fibra de carbono, que servem para aliviar o peso, e rodas de 18 polegadas com pneus de perfil baixíssimo (245/35 nas dianteiras e 335/30 nas traseiras).

O Murciélago LP 670-4 Super Veloce é equipado com motor de 6.5 litros V12 que gera potência de 670 cv. A relação peso-potência é de 2,3 kg por cavalos, o que permite impulsioná-lo de 0 à 100 km/h em apenas 3,2 segundos. A velocidade máxima informada pela marca italiana é de 342 km/h.

Este modelo do video é de 2008, mais ainda não dá pra comprar, rs:

Mais em: Lamborghini.com

MERCEDES-BENS SLR MCLAREN

A Classe SLR McLaren é um dos modelos superesportivos da Mercedes-Benz, equipado com motor V8 que o leva à máxima de 384,76 km/h e a ter uma aceleração de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos. Utiliza um compressor McLaren, tendo também as versões mais velozes como AMG e BRABUS.

A mecânica não é especialmente moderna: tem apenas três válvulas por cilindro e a caixa automática, do tipo conversor de binário, possui apenas cinco relações. O seu grande trunfo tecnológico é o chassis construído manualmente, em fibra de carbono. Sua produção começou em 2003, chamado de R/C199. É 9° carro de série mais rápido do mundo. Sua produção será encerrada no final do ano de 2009,graças ao fim da união entre McLaren e Mercedes-Benz.

O modelo mistura os elementos estilísticos do SLR original da década de 1950 com detalhes do projeto dos carros de corrida da equipe McLaren Mercedes de 2003. Existem três versões: Coupé, Roadster(a menos rápida) e a 722 edition (a mais rápida). Há também uma versão alternativa: 722 GT Fabricado por encomenda pela empresa Ray Mallock Ltd. sob licença da Mercedes-Benz. A Mansory e a Brabus também fazem versões alternativas da SLR MCLaren. Foi lançada recentemente a Mercedes-Benz SLR Stirling-Moss, limitada a apenas 75 unidades, 200 kg mais leve, 0 a 300 Km/h em 26 segundos e com velocidade máxima de 351 km/h.

O “Coupé Uhlenhaut”

Juan Manuel Fangio, Stirling Moss e Karl Kling — três dos grandes pilotos que escreveram a história do desporto automóvel — foram os responsáveis em meados dos anos 1950 pelo estrondoso sucesso do 300 SLR da Mercedes-Benz, nas competições de desporto automóvel.

Com oito cilindros, 2982 cm³ de cilindrada, potência até 310 cv e uma velocidade máxima acima dos 300 Km/h, este “Flecha de Prata” conquistou em 1955 os primeiros lugares nas provas mais consagradas: Mille Miglia, Targa Florio, Tourist Trophy, Eifelrennen, bem como no Grande Prémio da Suécia.

Com base neste carro vencedor, Rudolf Uhlenhaut (1906-1989), na altura o responsável pelos testes com Veículos de Passageiros e pela Divisão de Desenvolvimento dos carros de competição da Mercedes-Benz, construiu a versão Coupé de estrada, que conjugou o design e a tecnologia do 300 SL (Asas de Gaivota), produzido desde 1954, com o bem sucedido carro de desporto de competição: o 300 SLR-Coupé – mais conhecido entre os “experts” em matéria automóvel como o “Uhlenhaut-Coupé”.

Um flagra na Rodovia Bandeirantes e abaixo o que esta máquina pode fazer nas mãos de um piloto de verdade como Lewis Hamilton:

Mais em: Mercedez-Bens.com.br

Audi R8

O carro não só tem grande presença na pista como o V8 é uma obra de arte que soa tão espetacularmente quanto aparenta. O motor FSI de 4,2 litros está alojado logo atrás da cabeça do motorista, numa espécie de ninho de fibra de carbono, e, conforme as rotações sobem, você quase consegue sentir seus 420 cv e o potencial para atingir 301 km/h(O modelo testado no site da Quatro Rodas, é referente ao ano de 2008).

Engate a primeira marcha e o câmbio de seis velocidades estala ruidosamente à medida que a alavanca chega ao fim de seu trajeto. As mudanças são milimetricamente precisas e os dentes se provam fáceis de engrenar durante as trocas. A aceleração não dá moleza, com a corrida de 0 a 96 km/h completada em menos de 4,5 segundos.

Derrapagens são minimizadas pela tração nas quatro rodas. De fato, nossa única crítica vai para a embreagem, que se mostra traiçoeira quando usada em velocidades muito baixas, muito embora o carro seja equipado com um recurso que evita que o motor morra, um opcional de 80 libras (158 dólares) que provavelmente não vale o que custa.

Previsivelmente, a suspensão é firme, particularmente na primeira versão do carro que experimentamos – que não tinha o sistema de suspensão ativa da Audi, chamado de Magnetic Ride. Você literalmente pode sentir cada desnível do asfalto e o carro dá a sensação de estar nada menos que 100% pronto para a pista de corrida. Como resultado, uma discreta perda de conforto é substituída pela estabilidade em alta velocidade e pela enorme aderência dos pneus.

A direção é incrivelmente rápida nas respostas. O menor movimento já é o suficiente para o R8 mudar de direção. Por outro lado, falta ao sistema a delicadeza do rival Porsche 911, apesar da exatidão e da precisão. Equipado com o opcional Magnetic Ride de 1 350 libras (2 659 dólares), o R8 lida com pequenas imperfeições do piso com muito mais eficiência. O sistema tem dois módulos, Conforto e Esporte, mas até em Esporte ele é mais complacente que a suspensão da versão convencional. Impressiona o fato de o Magnetic Ride pouco afetar a qualidade da direção ou a aderência que ele oferece.

Um tremendo carrão, muito bonito:

Fonte: quatrorodas.com.br

Read Full Post »

Quando vi o primeiro mineiro chegando a superfície,  a primeira impressão  que eram personagens de algum filme de ficção científica ou então lembravam astronautas no espaço, pelo isolamento que foram obrigados a ficar por 69 dias,  algo que já faz parte da história da humanidade, algo nunca visto.

Uma coisa enfim marcante e feliz na TV, porque ultimamente quem dá Ibope são: jogador de futebol maluco, pai jogando filha da janela, etc e tal… Parece que  realmente o que dá notícia são as coisas ruins.

Este fato talvez mude alguma coisa no mundo, quem sabe, quem sou eu pra  escrever, mas hoje fiquei pensando em brigas com pessoas que um dia amamos. Brigas bobas, orgulho, ciúmes infantis, coisas que levam a discórdia entre as pessoas. Quando vi aquelas mulheres abraçando seus maridos tão intensamente, depois de tanto tempo longe, percebi como nós devemos valorizar e prestarmos mais atenção a nossa família, amigos, namoradas, esposas ou filhos. Se não tiver uma esposa, namorada, porque não ter? Nunca é tarde, é importante ter alguém que nos espere chegar.

Há muitas lições que podemos tirar deste episódio, os exemplos estão aí na nossa cara, a todo tempo dizendo o que devemos fazer, mas um caso de repercussão como esse, pode ajudar e muito.

Talvez este episódio grandioso que aconteceu no Chile, em um deserto distante da civilização, tenha revelado a nós que ainda podemos ser um pouco mais humanos, ter mais esperança na vida, procurar um amor de verdade, ajudar os necessitados e principalmente aprender a driblar as adversidades.

Todos temos necessidades de aprender um pouco mais, muitas pessoas entram em depressão por  problemas tão pequenos, mas que se transformam num buraco mais profundo do que desta mina do Chile.

Tem uma passagem na Bíblia que diz: “Os humilhados serão exaltados”.

O trabalho em minas é uma das categorias mais sacrificantes que existem, muito trabalham nas piores condições possíves, muitos até são escravos de seus patrões, ou alguém pensa que não existe escravidão ainda? A partir de hoje, 33 desses trabalhadores serão recebidos como heróis por presidentes de Estado, não é coincidência não, pode acreditar, os mesmos dirigentes que deveriam cuidar para que acidentes como esse não ocorressem tanto no mundo, estão os recebendo com tapete vermelho.

Mas apesar de tudo, foi bom demais ver como as pessoas com calma e organização podem realizar qualquer trabalho, nem que seja socorrer pessoas a 700 metros de profundidade na terra.

Primeiros mineradores a sairem da mina:

Read Full Post »

Você tem vários caminhos para escolher, este acima é o pior deles

Abaixo uma carta com um depoimento autêntico de uma pessoa que tinha tudo na vida e se perdeu por causa das drogas:

Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontro-me no momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dane minha amiga escrever esta carta que será endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja tarde demais: Eu era uma jovem ‘sarada’, criada em uma excelente família de classe média alta Florianópolis. Meu pai é Engenheiro Elétrico de uma grande estatal e procurou sempre para mim e para meus dois irmãos dar tudo de bom e o que tem e melhor, inclusive liberdade que eu nunca soube aproveitar.

Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e manequim para a Agência Kasting e fui até o final do concurso que selecionou as novas Paquitas do programa da Xuxa. Fui também selecionada para fazer um Book na Agência Elite em São Paulo. Sempre me destaquei pela minha beleza física, chamava a atenção por onde passava. Estudava no melhor colégio de ‘Floripa’, Coração de Jesus. Tinha todos os garotos do colégio aos meus pés. Nos finais de semana frequentava shopping, praias, cinema, curtia com minhas amigas tudo o que a vida tinha de melhor a oferecer ás pessoas saradas, física e mentalmente. Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino começou a mudar em outubro de 2004. Fui com uma turma de amigos para a OKTOBERFEST em Blumenau. Os meus pais confiavam em mim e me liberaram sem mais apego.

Em Blumenau, achei tudo legal, fizemos um esquenta no ‘Bude’, famoso barzinho na Rua XV. Á noite fomos ao ‘PROEB’ e no ‘Pavilhão Galego’ tinha um show maneiro da Banda Cavalinho Branco. Aquela movimentação de gente era trimaneira”. Eu já tinha experimentado algumas bebidas, tomava escondido da minha mãe o Licor Amarula, mas nunca tinha ficado bêbada. Na quinta feira, primeiro dia e OKTOBER, tomei o meu primeiro porre de CHOPP. Que sensação legal curti a noite inteira ‘doidona’, beijei uns 10 carinhas, inclusive minhas amigas colocavam o CHOPP numa mamadeira misturado com guaraná para enganar os ‘meganha’, porque menor não podia beber; mas a gente bebeu a noite inteira e os otários não percebiam.

Lá pelas 4h da manhã, fui levada ao Posto Médico, quase em coma alcoólico, numa maca dos Bombeiros.. Deram-me umas injeções de glicose para melhorar. Quando fui ao apartamento quase ‘vomitei as tripas’, mas o meu grito de liberdade estava dado. No dia seguinte aquela dor de cabeça horrível, um mal estar daqueles como tensão pré-menstrual. No sábado conhecemos uma galera de S. Paulo, que alugaram um ap’ no mesmo prédio. Nem imaginava que naquele dia eu estava sendo apresentada ao meu futuro assassino. Bebi um pouco no sábado, a festa não estava legal, mas lá pelas 5:30 h da manhã fomos ao ‘ap’ dos garotos para curtir o restante da noite.

Rolou de tudo e fui apresentada ao famoso baseado ‘Cigarro de Maconha’, que me ofereceram. No começo resisti, mas chamaram a gente de ‘Catarina careta’, mexeram com nossos brios e acabamos experimentando. Fiquei com uma sensação esquisita, de baixo astral, mas no dia seguinte antes de ir embora experimentei novamente. O garoto mais velho da turma o ‘Marcos’, fazia carreirinho e cheirava um pó branco que descobri ser cocaína. Ofereceram-me, mas não tive coragem naquele dia. Retornamos a ‘Floripa’ mas percebi que alguma coisa tinha mudado, eu sentia a necessidade de buscar novas experiências, e não demorou muito para eu novamente deparar-me com meu assassino ‘DRUGS’. Aos poucos, meus melhores amigos foram se afastando quando comecei a me envolver com uma galera da pesada, e sem perceber, eu já era uma dependente química, a partir do momento que a droga começou a fazer parte do meu cotidiano.

Fiz viagens alucinantes, fumei maconha misturada com esterco de cavalo, experimentei cocaína misturada com um monte de porcaria. Eu e a galera descobrimos que misturando cocaína com sangue o efeito dela ficava mais forte, e aos poucos não compartilhávamos a seringa e sim, o sangue que cada um cedia para diluir o pó.

No início a minha mesada cobria os meus custos com as malditas, porque a galera repartia e o preço era acessível. Comecei a comprar a ‘branca’ a R$ 10,00 o grama, mas não demorou muito para conseguir somente a R$ 20,00 a boa, e eu precisava no minimo 5 doses diárias. Saía na sexta-feira e retornava aos domingos com meus ‘novos amigos’. as vezes a gente conseguia o ‘extasy’, dançavamos nos ‘Points’ a noite inteira e depois… farra!

O meu comportamento tinha mudado em casa, meus pais perceberam, mas no início eu disfarçava e dizia que eles não tinham nada a ver com a minha vida…

Comecei a roubar em casa pequenas coisas para vender ou trocar por drogas… Aos poucos o dinheiro foi faltando e para conseguir grana fazia programas com uns velhos que pagavam bem. Sentia nojo de vender o meu corpo, mas era necessário para conseguir dinheiro.

Aos poucos toda a minha família foi se desestruturando. Fui internada diversas vezes em Clínicas de Recuperação. Meus pais, sempre com muito amor, gastavam fortunas para tentar reverter o quadro. Quando eu saía da Clinica aguentava alguns dias, mas logo estava me picando novamente. Abandonei tudo: escola, bons amigos e família.

Em dezembro de 2007 a minha sentença de morte foi decretada; descobri que havia contraído o vírus da AIDS, não sei se me picando, ou através de relações sexuais muitas vezes sem camisinha. Devo ter passado o vírus a um montão de gente, porque os homens pagavam mais para transar sem camisinha.

Aos poucos os meus valores, que só agora reconheço, foram acabando, família,amigos, pais, religião, Deus, até Deus, tudo me parecia ridículo.

Meu pai e minha mãe fizeram tudo, por isso nunca vou deixar de amá-los. Eles me deram o bem mais precioso que é a vida e eu a joguei pelo ralo. Estou internada, com 24 kg, horrível, não quero receber visitas porque não podem me ver assim, não sei até quando sobrevivo, mas do fundo do coração peço aos jovens que não entrem nessa viagem maluca… Você com certeza vai se arrepender assim como eu, mas percebo que é tarde demais pra mim.

OBS.: Patrícia encontrava-se internada no Hospital Universitário de Florianópolis e a enfermeira Danelise, que cuidava de Patrícia, veio a comunicar que Patricia veio a falecer 14 horas mais tarde depois que escreveram essa carta, de parada cardíaca respiratória em consequência da AIDS.

Que lições tiramos disso? Uma delas, em muitas lições que podemos tirar deste depoimento marcante, é que amigos de verdade são poucos e o resto pode te levar a ruína, se você não tiver firmeza e personalidade. Outra lição é que drogas realmente não levam a nada de bom, inclusive as lícitas que são vendidas em qualquer barzinho de esquina, uma simples cerveja pode ser o começo de tudo, se a pessoa não tiver uma boa orientação. Portanto cuidado no que faz para não se arrepender no futuro.

As consequências terríveis das drogas:

Read Full Post »

Sempre vi em documentários da Tv Cultura, aquele povo africano que pulava na hora de dançar, ritual muito interessante, já que agora possuo um blog, por que não colocar aqui?

Vendo o programa do Álvaro Garnero, 50 por 1, achei muito interessante como eles tomam sangue das vacas que criam. Culturas diferentes, pensamentos e costumes exóticos para nós, mas muito normal e corriqueiro para eles. Gostaria de ir lá para pesquisar isso de perto, mas como não posso, por enquanto, vou fazer o possível.

Os Massais são um grupo étnico africano de seminômades localizado no Quênia e no norte da Tanzânia.

Devido aos seus costumes distintos e residência próxima aos parques de caça da África oriental, eles se situam entre os grupos étnicos africanos mais bem conhecidos internacionalmente. Os Massai preservam muitas de suas tradições culturais enquanto se engajam nas forças econômicas, sociais e políticas contemporâneas regionais e globais. Seu idioma é o Maa. Em 1994, a população Masai no Quênia estava estimada em 453.000 e em 1993, a população Masai da Tanzânia estava estimada em 430.000, perfazendo uma estimativa de população Masai total de 883.000. As estimativas das populações Massai em ambos os países é complicada devido sua natureza nômade e a eles serem o único grupo étnico autorizado a viajar livremente pelas fronteiras entre o Quênia e a Tanzânia.

Cultura

A cor oficial dos Massai é o vermelho e se distinguem das outras tribos vestindo sempre alguma coisa vermelha, porém pequena. Sua sociedade é patriarcal por natureza, com os mais velhos decidindo sobre a maioria das questões para cada grupo Masai. O “laibon”, o assim chamado líder espiritual deste povo, atua como intermediário entre os Masai e seu único deus, “Enkai”, assim como também ele é a fonte do conhecimento sobre as ervas. O estilo de vida tradicional Masai se concentra em seu gado, que constitui sua principal fonte de alimento. Os governos da Tanzânia e do Quênia instituíram programas para encorajar os Masai a abandonarem seu estilo de vida nômade tradicional e adotar um estilo de vida agrário.

A classe social dos Massai é determinada pelo número de vacas pertencentes às famílias. Sendo nômades, os Masai constroem casas temporárias com esterco de vaca e barro. As casas são construídas em um círculo, e às noites, as vacas são conduzidas ao centro, protegidas dos animais selvagens.

Ritual com sangue, tem que ter estômago:

Os jovens Massai são iniciados na maioridade através de várias cerimônias de iniciação. A principal é a circuncisão, onde milhares de meninos, pertencentes a uma determinada faixa etária, são circuncidados na mesma época. Existe um mito propagado pela indústria do turismo de que cada jovem deve matar um leão antes de ser circuncidado. Isto não é verdade. Entretanto, matar um leão proporciona grande valor e fama na comunidade.

Os casamentos são planejados, marcados por um homem que desenha um X vermelho na barriga de uma mulher grávida solteira. Se ela recusar, será desligada de sua casa. As mulheres podem se casar uma única vez na vida, enquanto que os homens podem ter mais de uma esposa (se tiverem vacas suficientes para o dote, eles podem ter mais de uma ao mesmo tempo).

Mitologia

O ser supremo e criador dos Masai se chama Enkai (também chamado Engai) guardião da chuva, da fertilidade, do sol e do amor, aquele que deu o gado ao povo Masai. De acordo com algumas fontes, Neiterkob “aquele que fundou a Terra” pode ter referência com Enkai. Neiterkob é uma deidade menor, conhecido como o mediador entre seu deus e o homem. Olapa é a deusa da Lua, casada com Enkai.

Circuncisão

Em tempos passados, ambos os sexos tinham um ou dois dentes incisivos centrais superiores extraídos durante a infância. Isto servia para facilitar a alimentação dos bebês ou crianças pequenas caso adoecessem com tétano, cujo primeiro sintoma apresentado é o trismo (travamento das mandíbulas). A circuncisão é realizada nos meninos (que são proibidos de fazer qualquer ruído durante a cerimônia) e a clitoridectomia (remoção do clitóris) nas mulheres durante a puberdade. As mulheres mais velhas operam as garotas. O governo queniano e ONG’s estão tentando acabar com a clitoridectomia. Os homens e as mulheres têm suas orelhas furadas e alargadas com o uso de discos, e assim os Masai são facilmente reconhecidos caso estejam trajando roupas diferentes das suas roupas tribais, por exemplo, trabalhando em um hotel, porque suas orelhas são bastante peculiares.

Habitações

Os Massais vivem em pequenas cabanas feitas de esterco de vaca e estacas de acácia. Um grupo de cabanas é construído dentro de uma área fechada por cercas espinhosas, formando uma aldeia que é chamada de “Enkang”. Eles permanecem nesta terra enquanto seu gado pasta; quando as pastagens secam, eles se mudam. Entretanto uma grande população dos Masai se estabeleceu nos distritos de Narok, Trans Mara e Kajiado, no Quênia. As mulheres constroem suas casas enquanto que os homens cuidam da segurança do assentamento (Boma) e do gado.

Música e Dança

A dança é o que mais me chamou atenção para esta tribo,  mas a música também é muito interessante:

Idioma Massai

O massai (ɔl Maa) é um idioma nilótico oriental falado no sul do Quênia e no norte da Tanzânia pelos massai (cerca de 800.000 indivíduos). A língua tem um parentesco próximo com as outras línguas maa, como o samburu (ou sampur), falado pelos samburus do Quênia central, o chamus, falado ao sul e sudeste do lago Baringo (algumas vezes considerado um dialeto do samburu) e o parakuyu, da Tanzânia. Todos estes povos são ligados historicamente, e todos chamam os seus próprios idiomas de ɔl Maa.

Read Full Post »

Older Posts »

Cá Minhando

Só algumas histórias

SporeModding

Modificações, tutoriais, dicas e notícias sobre o universo Spore!

Seleção Brasileira Todos os Jogos

Todos os Jogos da Seleção Brasileira desde 1914

CORINTHIANS - Uma Nação

Histórias e notícias de um grande clube

Matt on Not-WordPress

Stuff and things.

BLOG DO RONALDO

Um espaço para reflexão sobre a vida e a sociedade

blog into mystery

Celebrating the Best and Worst in Comics

colmhogan.wordpress.com/

Music, Culture & Technology.

Cavalcade of Awesome

All Pax. All Nude. All the Time.

backtothemusic

time travelling through iTunes

%d blogueiros gostam disto: