Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘futuro’

Terrível ato de terrorrismo que causou os últimos acontecimentos

Esta é a pergunta que todos fazemos, depois de acompanharmos durante todos estes anos, desde o ato  terrorista em 11 setembro de 2001 até a morte do mais procurado terrorista de todos os tempos, Osama Bin Laden. E agora?

Quando foi anunciado a captura e morte do Bin Laden, os americanos comemoraram como se tivessem ganho a Copa do Mundo, mas  esquecem que isto não é um jogo, estavam comemorando a morte de uma pessoa, tudo bem…  era o pior e mais temido terrorista de todos os tempos, um ser humano detestável. Porém, como qualquer outra pessoa, ele tinha seguidores, irmãos, filhos e leais integrantes na famigerada AL-Qaeda, organização terrorista que fundou e  que já prometeram se vingar.

Então a luta não terminou, os americanos com a mania terrível de ser a “polícia do mundo”, de se intitularem como “a maior nação do mundo”, se meterem numa guerra para o resto da sua existência com grupo de fanáticos, que nunca vão parar de aterrorizá-los, que na verdade, também não são as melhores pessoas do mundo no que se refere a respeitar o direito de outros países.

Se formos lembrar das várias atrocidades que ambos já cometerem: Bomba atômica em Nagasaki e Hiroshima, guerra absurda no Vietnã, terrorismo em embaixadas americanas na África e Ásia, é melhor nós pobres mortais brasileiros, não nos metermos nestes assuntos, não tomar partido, sermos totalmente políticos, claro, não apoiar de forma alguma atos terroristas.

A Al Qaeda, possui membros em vários países. Os países envolvidos que apóiam os Estados Unidos, estão agora com a atenção redobrada, mas eles vão ter que ter atenção para o resto da vida, por exemplo, a vários anos, antes de derrubarem as Torres Gemeas, o plano já havia sido arquitetado, desde do primeiro ato em 1993, eles já planejavam derrubar as Torres Gemeas.

O pior de tudo isso, que quem realmente sofre com todos esses atos de terror, são as pessoas que não tem nada a ver com isso: os  bombeiros e os empresários do World Trade Center; a população do Iraque, quando os Estados Unidos invadiram o país, a troco de não sei o quê, o povo de Hiroshima na Segunda Guerra Mundial, etc…

Se formos mais além, em todas as guerras quem sofre é a população dos países envolvidos, porque os Líderes não se envolvem, estão protegidos, só que infelizmente, mandam executar os terríveis planos de ataque numa guerra.

Anúncios

Read Full Post »

Você tem vários caminhos para escolher, este acima é o pior deles

Abaixo uma carta com um depoimento autêntico de uma pessoa que tinha tudo na vida e se perdeu por causa das drogas:

Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontro-me no momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dane minha amiga escrever esta carta que será endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja tarde demais: Eu era uma jovem ‘sarada’, criada em uma excelente família de classe média alta Florianópolis. Meu pai é Engenheiro Elétrico de uma grande estatal e procurou sempre para mim e para meus dois irmãos dar tudo de bom e o que tem e melhor, inclusive liberdade que eu nunca soube aproveitar.

Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e manequim para a Agência Kasting e fui até o final do concurso que selecionou as novas Paquitas do programa da Xuxa. Fui também selecionada para fazer um Book na Agência Elite em São Paulo. Sempre me destaquei pela minha beleza física, chamava a atenção por onde passava. Estudava no melhor colégio de ‘Floripa’, Coração de Jesus. Tinha todos os garotos do colégio aos meus pés. Nos finais de semana frequentava shopping, praias, cinema, curtia com minhas amigas tudo o que a vida tinha de melhor a oferecer ás pessoas saradas, física e mentalmente. Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino começou a mudar em outubro de 2004. Fui com uma turma de amigos para a OKTOBERFEST em Blumenau. Os meus pais confiavam em mim e me liberaram sem mais apego.

Em Blumenau, achei tudo legal, fizemos um esquenta no ‘Bude’, famoso barzinho na Rua XV. Á noite fomos ao ‘PROEB’ e no ‘Pavilhão Galego’ tinha um show maneiro da Banda Cavalinho Branco. Aquela movimentação de gente era trimaneira”. Eu já tinha experimentado algumas bebidas, tomava escondido da minha mãe o Licor Amarula, mas nunca tinha ficado bêbada. Na quinta feira, primeiro dia e OKTOBER, tomei o meu primeiro porre de CHOPP. Que sensação legal curti a noite inteira ‘doidona’, beijei uns 10 carinhas, inclusive minhas amigas colocavam o CHOPP numa mamadeira misturado com guaraná para enganar os ‘meganha’, porque menor não podia beber; mas a gente bebeu a noite inteira e os otários não percebiam.

Lá pelas 4h da manhã, fui levada ao Posto Médico, quase em coma alcoólico, numa maca dos Bombeiros.. Deram-me umas injeções de glicose para melhorar. Quando fui ao apartamento quase ‘vomitei as tripas’, mas o meu grito de liberdade estava dado. No dia seguinte aquela dor de cabeça horrível, um mal estar daqueles como tensão pré-menstrual. No sábado conhecemos uma galera de S. Paulo, que alugaram um ap’ no mesmo prédio. Nem imaginava que naquele dia eu estava sendo apresentada ao meu futuro assassino. Bebi um pouco no sábado, a festa não estava legal, mas lá pelas 5:30 h da manhã fomos ao ‘ap’ dos garotos para curtir o restante da noite.

Rolou de tudo e fui apresentada ao famoso baseado ‘Cigarro de Maconha’, que me ofereceram. No começo resisti, mas chamaram a gente de ‘Catarina careta’, mexeram com nossos brios e acabamos experimentando. Fiquei com uma sensação esquisita, de baixo astral, mas no dia seguinte antes de ir embora experimentei novamente. O garoto mais velho da turma o ‘Marcos’, fazia carreirinho e cheirava um pó branco que descobri ser cocaína. Ofereceram-me, mas não tive coragem naquele dia. Retornamos a ‘Floripa’ mas percebi que alguma coisa tinha mudado, eu sentia a necessidade de buscar novas experiências, e não demorou muito para eu novamente deparar-me com meu assassino ‘DRUGS’. Aos poucos, meus melhores amigos foram se afastando quando comecei a me envolver com uma galera da pesada, e sem perceber, eu já era uma dependente química, a partir do momento que a droga começou a fazer parte do meu cotidiano.

Fiz viagens alucinantes, fumei maconha misturada com esterco de cavalo, experimentei cocaína misturada com um monte de porcaria. Eu e a galera descobrimos que misturando cocaína com sangue o efeito dela ficava mais forte, e aos poucos não compartilhávamos a seringa e sim, o sangue que cada um cedia para diluir o pó.

No início a minha mesada cobria os meus custos com as malditas, porque a galera repartia e o preço era acessível. Comecei a comprar a ‘branca’ a R$ 10,00 o grama, mas não demorou muito para conseguir somente a R$ 20,00 a boa, e eu precisava no minimo 5 doses diárias. Saía na sexta-feira e retornava aos domingos com meus ‘novos amigos’. as vezes a gente conseguia o ‘extasy’, dançavamos nos ‘Points’ a noite inteira e depois… farra!

O meu comportamento tinha mudado em casa, meus pais perceberam, mas no início eu disfarçava e dizia que eles não tinham nada a ver com a minha vida…

Comecei a roubar em casa pequenas coisas para vender ou trocar por drogas… Aos poucos o dinheiro foi faltando e para conseguir grana fazia programas com uns velhos que pagavam bem. Sentia nojo de vender o meu corpo, mas era necessário para conseguir dinheiro.

Aos poucos toda a minha família foi se desestruturando. Fui internada diversas vezes em Clínicas de Recuperação. Meus pais, sempre com muito amor, gastavam fortunas para tentar reverter o quadro. Quando eu saía da Clinica aguentava alguns dias, mas logo estava me picando novamente. Abandonei tudo: escola, bons amigos e família.

Em dezembro de 2007 a minha sentença de morte foi decretada; descobri que havia contraído o vírus da AIDS, não sei se me picando, ou através de relações sexuais muitas vezes sem camisinha. Devo ter passado o vírus a um montão de gente, porque os homens pagavam mais para transar sem camisinha.

Aos poucos os meus valores, que só agora reconheço, foram acabando, família,amigos, pais, religião, Deus, até Deus, tudo me parecia ridículo.

Meu pai e minha mãe fizeram tudo, por isso nunca vou deixar de amá-los. Eles me deram o bem mais precioso que é a vida e eu a joguei pelo ralo. Estou internada, com 24 kg, horrível, não quero receber visitas porque não podem me ver assim, não sei até quando sobrevivo, mas do fundo do coração peço aos jovens que não entrem nessa viagem maluca… Você com certeza vai se arrepender assim como eu, mas percebo que é tarde demais pra mim.

OBS.: Patrícia encontrava-se internada no Hospital Universitário de Florianópolis e a enfermeira Danelise, que cuidava de Patrícia, veio a comunicar que Patricia veio a falecer 14 horas mais tarde depois que escreveram essa carta, de parada cardíaca respiratória em consequência da AIDS.

Que lições tiramos disso? Uma delas, em muitas lições que podemos tirar deste depoimento marcante, é que amigos de verdade são poucos e o resto pode te levar a ruína, se você não tiver firmeza e personalidade. Outra lição é que drogas realmente não levam a nada de bom, inclusive as lícitas que são vendidas em qualquer barzinho de esquina, uma simples cerveja pode ser o começo de tudo, se a pessoa não tiver uma boa orientação. Portanto cuidado no que faz para não se arrepender no futuro.

As consequências terríveis das drogas:

Read Full Post »

Depois de mais um ano, estamos aqui de novo, para muitos o começo do ano é só uma continuidade do já fazem a muito tempo: sendo trabalhando, tocando em banda, vagabundeando, etc… Para outros é a esperança de que tudo mude, para melhor de preferência, para que não surge nenhum maluco americano e detone com a economia de novo, para que meu time, enfim, ganhe uma libertadores, para que o futuro, volte a ter um caminho correto para todos.

Mas também é um ano que devemos olhar um pouco mais para a natureza, porque se não tratá-lá bem, muita coisa vai acontecer,  é só observar o que está ocorrendo por aí. Nunca devemos desafiar algo que é muito superior a nós, porque simplesmente dependemos dela, nós fazemos parte dela, não é só a Onça Pintada, nem o Tamanduá Bandeira que correm perigo de extinção, pode ser quem for, até aquele que mora no 25º andar no centro de uma metrópole, se não cuidar da natureza, pode demorar para chegar nele, mas vai sofrer as consequências do descuido com o planeta Terra.

Espero que este ano tudo corra bem para todos, muita gente diz que devemos ter metas nas nossas vidas, é a mais pura realidade.

Read Full Post »

highlander2

Muito doido isso, já pensou ser imortal, segundo o cientista aí de baixo, falta muito pouco pra isso, mas tem muitas pessoas que nós não iríamos gostar de serem imortais, a sogra chata, o juiz de futebol, os senadores… se for escrever mais, vai encher o blog, mas chega de bobagem e vamos a notícia:

Vida eterna, sexo virtual ou mergulhar durante quatro horas sem oxigénio. O que agora não passa de ficção poderá ser o pão-nosso de cada dia daqui a 20 anos. Quem o diz é Ray Kurzweil.

Chama-se Ray Kurzweil , é um conceituado cientista e inventor, e defende que dentro de 20 anos a nanotecnologia associada ao conhecimento aprofundado sobre o funcionamento do corpo poderá tornar o ser humano imortal.

Em artigo publicado hoje no jornal britânico “The Sun”, o cientista norte-americano de 61 anos, que no passado foi capaz de prever o surgimento de novas tecnologias, explica que o ritmo acelerado com que avança o nosso conhecimento sobre o funcionamento dos genes e das ciências dos computadores, potenciam o surgimento de nanotecnologias capazes de substituir órgãos vitais.

Ray Kurzweil lembra, por exemplo, que actualmente já estão disponíveis pâncreas artificiais e implantes neuronais.

Segundo a “Lei do Retorno Acelerado” (Law of Accelerating Returns , em inglês), assim designa Kurzweil a sua teoria, “daqui a 20 anos, aproximadamente, será possível reprogramar os nossos corpos parando e revertendo o envelhecimento. Então, a nanotecnologia permitir-nos-á ser eternos”.

“Nano bastões substituirão as células sanguíneas e farão o seu trabalho de uma forma milhares de vezes mais eficiente”, escreve o cientista no “The Sun”.

“O sexo virtual será banal”

Na opinião de Kurzweil, e segundo ele de muitos outros cientistas, “dentro de 25 anos será possível fazer um sprint olímpico durante 15 minutos sem ter de respirar ou mergulhar durante quatro horas sem oxigénio”.

“As vítimas de ataque cardíaco – que ainda não disponham de um vulgar coração biónico – poderão avançar calmamente para um transplante enquanto a suas nano células sanguíneas mantêm-nas vivas”, escreve Kurzweil, prevendo ainda que “a nanotecnologia ampliará as nossas capacidades intelectuais para níveis nunca vistos, passando a ser possível escrever um livro em alguns minutos”.

Palestra do cientista Ray Kurzweil em inglês:

“Se quisermos passar para o modo de realidade virtual, os nano bastões poderão desligar os sinais cerebrais e levar-nos para onde quisermos. O sexo virtual será banal. E na nossa vida quotidiana, hologramas poderão ser projectados pelo nosso cérebro para nos explicar algo que não entendemos”, vaticina ainda Ray Kurzweil.

“Estaremos a caminhar para um Mundo onde os homens tornar-se-ão cyborgs, com membros e órgãos artificiais”, conclui o cientista.

Read Full Post »

Juarez Barcellos

Educação musical

Cá Minhando

Só algumas histórias

SporeModding

Modificações, tutoriais, dicas e notícias sobre o universo Spore!

CORINTHIANS - Uma Nação

Histórias e notícias de um grande clube

Matt on Not-WordPress

Stuff and things.

BLOG DO RONALDO

Um espaço para reflexão sobre a vida e a sociedade

blog into mystery

Celebrating the Best and Worst in Comics

colmhogan.wordpress.com/

Music, Culture & Technology.

Cavalcade of Awesome

All Pax. All Nude. All the Time.

backtothemusic

time travelling through iTunes

%d blogueiros gostam disto: