Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘relacionamentos’

diferenca-de-idade-9

Para quem tem 40, 50, 60 ou mais, conquistar uma mulher mais jovem é opção para não sentir tão velho, ou então para se integrar na nova sociedade, para se sentir vivo, mas por outro lado a inexperiência da jovem pode trazer vários problemas, os pais da moça podem achar que você está aproveitando da juventude dela, filhos podem achar que a moça está querendo dar um golpe, etc… Várias situações que são chatas. Do outro lado, se a pessoa namorar uma mulher mais velha , também podem ter vários problemas, como por exemplo, se ela tiver filhos, podem ter ciúmes do seu relacionamento com a mãe deles, ex-marido pentelhando, etc e tal.

Na verdade, tem que se sentir bem, com uma mais velha ou mais nova, não importa a idade.

Mas vamos ao que interessa, o site Atitude de Homem,  ensina como conquistar uma jovem de 18 aos 30 anos, já li várias vezes, só praticar:

Os homens podem achar que conquistar uma gata jovem é barbada. No entanto, em alguns aspectos, saber como conquistar uma mulher mais nova pode parecer um tanto trabalhoso, ainda mais de acordo com a personalidade dessa gata. Ou seja, se você acha que a mulher mais jovem é mais fácil de levar na lábia, pois são mais ingênuas e inexperientes, até pode ser, em alguns casos, mas, por outro lado, elas podem infernizar a vida de qualquer um quando estiverem a fim.

Para entender a forma correta de como conquistar uma mulher mais nova é necessário, antes de qualquer coisa, compreender como funciona a cabeça dessas mulheres mais novas, o que vai depender também da faixa etária da gata que você quer pegar. Assim como elas podem ser menos exigentes na hora de se interessar por um homem, elas também podem ser ou mais pegajosas, ou mais espaventadas e nem mostrar o seu verdadeiro interesse por você.

Os cuidados de se envolver com uma gata nova

Sem querer dar uma de moralista, é bom lembrar que se envolver sexualmente com uma mulher menor de idade é legal e por mais que você ache a gata muito interessante, se liga pra não se envolver em uma enrascada. Nesse ponto, pode ser complicado se relacionar com uma gata mais jovem, porque ela pode até mentir a idade para que você não desista de conquistá-la.

Além disso, as mulheres mais jovens gostam de se envolver com homens mais velhos e nem sempre elas estão apaixonadas, mas apenas querem se exibir para as suas amigas e, numa dessas, por mais idiota que pareça, ela pode quebrar o seu coração. De qualquer forma, se você está certificado de que não se trata de uma gata de menor e está realmente decidido a investir em como conquistar uma mulher mais nova saiba que o principal é não bancar o mané, porque essa geração é muito esperta.

Como abordar uma mulher mais jovem

Se a gata tiver entre 18 e 22 anos, é importante se cuidar na hora de conquistar uma gata, porque elas não têm papas na língua e podem fazer você bancar o trouxa em qualquer lugar. Por isso, nada de vir com um papo muito cabeça pra cima delas, nem querer se passar por alguém que você não é, como dar uma de “malandro”, parecendo um cara mais jovens, por exemplo, porque elas logo vão sacar qual é a sua. O melhor é ser você mesmo, mas não chegar já escancarando que você é um cara mais velho, deixe que ela descubra isso no decorrer do xalalá.

Além disso, o ponto fraco de uma mulher nessa idade é a própria idade, mas ao contrário do que acontece após alguns anos, quando a mulher já está ultrapassando a barreira dos 30 anos. Isto é, se você chegar numa mulher mais jovem e fizer de conta que não sabe a idade dela, mas disser que acha que ela tem mais do que possui, batata, é 50% da conquista ganha. Na realidade, isso acontece porque quando você mostrar que acha que ela tem mais idade, a gata vai se sentir uma mulher, mais madura, ao contrário do que geralmente os pais e muitas outras pessoas dizem. Nessa idade, o sonho delas é perder a cara de criança que costumam ter.

No entanto, se a mulher tem entre 22 e 24, a aproximação deve ser diferente, o homem tem que chegar com uma conversa de qualidade, um xalalá mais inteligente, pois nessa época as gatas querem mostrar que são cultas, inteligentes e que não dão mole para qualquer mané. Claro que o chegar junto não deve ser no mesmo tom do que se a mulher tivesse 30 anos, mas agora não é hora de menosprezar a inteligência da gata. Se você complicar muito na aproximação, elas ainda vão achar você um trouxa, por isso, tem que saber equilibrar as palavras na hora da conquista.

Outra dica para seduzir a mulher dessa faixa etária é acertar na mosca a idade delas, sem achar que elas têm mais, porque entre os 22 e os 24 as mulheres já sabem que não são mais adolescentes e começam a sentir o peso da idade e das responsabilidades. Assim, se você achar que elas têm mais idade, podem ficar decepcionadas, pois vão se achar umas velhas.

Entretanto, se você disser que acha que a mulher tem menos, pode ofender também, porque elas não querem, de forma alguma, aparentar cara de menininha, pois são maduras e querem mostra isso. Elogiar uma mulher, dizendo que ela tem menos idade do que realmente possui apenas funciona quando a mulher estiver entrando na casa dos 30 e precisa se sentir mais jovem, com pouco mais de 20 anos.

Relacionamento com uma mulher jovem

Uma relação amorosa com uma mulher jovem tem os seus pós e contras e não vai depender apenas da idade dela, mas da sua idade também. Se você for um homem bem mais velho do que ela, pode existir preconceito de um monte de gente, inclusive, de seus amigos e familiares. Mas se vocês se curtem, nada pode prejudicar o namoro de vocês.

Além disso, existem os limites que uma gata jovem recebe de seus pais. Apesar de, hoje em dia, a educação ser mais liberal, ela pode ter horário para chegar em casa, não pode viajar com o namorado, etc. Nesse caso, é importante ter jogo de cintura e mostrar confiança para os pais da gata, de que ela está em boas mãos.

Enfim, o que importa na verdade é encontrar a pessoa certa, se já achou parabéns, se não tem que ir à luta com vontade, não com a vontade que o Alexandre Pato foi naquele pênalti(filha da mãe), kkk, mas esse é outro assunto.

Anúncios

Read Full Post »

Essa é a pergunta que faço exatamente neste dia. Será que as pessoas estão preparadas para amar?

Hoje em dia é muito complicado você dizer que ama alguém. São tantas coisas que nos fazem tirar o foco: ciúmes, baladas, festas, amigos, facebook, etc…

É dificil você aceitar que um sentimento tão descontrolador das emoções, possa fazer parte da tua vida. Ficar a mercê de um sentimento tão grande não é para qualquer um, se não tiver controle, podemos cometer muitas injustiças, especialistas dizem que isso só o tempo é capaz de fazer uma pessoa perceber que o amor é uma coisa belissíma e que deve ser compartilhado com sabedoria e dedicação a pessoa amada.

Eu gosto exatamente de ter tudo a meu controle, trabalho, música, futebol, divertimento, bebidas, etc… tudo sobre controle, a razão sempre fala mais alto, mas quando se trata de emoções como o amor por uma mulher, me faz perder o controle, e isso me deixa um pouco ou muito inseguro, não é fácil controlar um sentimento tão intenso.

A maioria das pessoas fogem desta palavra, se juntam a pessoas que nunca se quer vão gostar na vida, ou seja por dinheiro, ou para sair apenas de casa, vários fatores que não conseguimos entender porque estão ligadas uma às outras.

Amor é uma palavra muito forte, acredito que é preciso ter  muita confiança em si mesmo, porque não é fácil neste mundo onde temos várias opções de relacionamento, você não apelar para o mais fácil, uma amiga mais chegada, uma prostituta, uma aventura na noite, é bem mais fácil encarar do que você se declarar para uma mulher que você ama.

Porque nós homens fugimos disso tanto? Posso estar errado, mas quem sempre sonha com príncipes encantados são as mulheres. Mas quando surge a mulher ideal, a mulher que te faz perder o ar, a mulher que te faz pensar só nela, o sujeito se perde e fica mercê dela.

Nós fomos criados para amar uns aos outros ou somente para nos darmos bem? Fulana tem que casar com sicrano porque ele é bem de vida, por exemplo.

Quem tem a sorte de possuir a pessoa amada, sem traumas, sem brigas, sem mágoas, devem levantar as mãos para o céu.

Hoje posso dizer que tem uns olhos verdes que não saem da minha cabeça, já gostei intensamente desta mulher, mas por várias razões, que não vem ao caso dizer,  nos afastamos. Como ser racional numa situação destas, é difícil… talvez a única e verdadeira solução seja eu deixar me levar pelo coração, só ele vai me dizer o que devo fazer com um sentimento tão grande.

Por isso e outras coisas pergunto:  Você está preparado para o amor?

Read Full Post »

                      Gostaria de chegar nesta idade com a minha velhinha

Como saber se uma mulher realmente te ama, ou no caso das mulheres os homens?

Como saber que você pode confiar naquela pessoa? Como saber se você não está jogando a sua vida fora com alguém que não te ama e consequentemente te trai?

Isso eu não sou capaz de responder sozinho.

Osho, líder espiritual indiano e filósofo, descreve com belas palavras, o que é o amor e as diversas fases que pode ter:

Existem três camadas no indivíduo humano: sua fisiologia, o corpo; sua psicologia, a mente; e seu ser, seu eu eterno. Amor pode existir em todos os três planos, mas suas qualidades serão diferentes.

No plano da fisiologia, do corpo, é simples sexualidade. Você pode chamar isso de amor, porque a palavra ‘amor’ parece ser poética, bela. Mas noventa e nove por cento das pessoas estão chamando o sexo delas de amor. Sexo é biológico, psicológico. Sua química, seus hormônios – tudo que é material está envolvido nisso.

Você se apaixona por um homem ou por uma mulher. Você pode descrever exatamente porque essa mulher lhe atraiu? Certamente você não pode ver o eu dela, você ainda nem viu seu próprio eu. Você também não pode ver a psicologia dela, porque para ler a mente de alguém não é uma tarefa fácil. Então o que é que você viu nessa mulher?

Alguma coisa na sua fisiologia, na sua química, nos seus hormônios, se sente atraído pelos hormônios, pela fisiologia, pela química da mulher. Isso não é um caso de amor; isso é um caso químico. Pense bem: a mulher por quem você se apaixonou vai ao médico, muda de sexo, deixa a barba e o bigode crescerem. Você ainda fica apaixonado por ela? Nada mudou, somente a química, os hormônios. Para onde foi seu amor?

Somente um por cento das pessoas conhece um pouco mais profundamente. Poetas, pintores, músicos, dançarinos, cantores têm uma sensibilidade que faz com que eles possam sentir além do corpo. Eles podem sentir as belezas da mente, as sensibilidades do coração, porque eles próprios vivem nesse plano.

Lembre-se que isso é uma regra básica: onde quer que você viva, você não pode ver além disso. Se você vive no seu corpo, se você pensar que é somente seu corpo, você só pode ser atraído pelo corpo de alguém. Esse é o estágio fisiológico do amor.

Porém, um músico, um poeta, vivem num plano diferente. Ele não pensa, ele sente. E devido a que ele vive no coração dele, ele pode sentir o coração de outra pessoa. Isso é geralmente chamado de amor. Isso é raro. Estou dizendo talvez somente um por cento, de vez em quando.

Por que muitos não estão se movendo para o segundo plano se este é tremendamente belo? Mas há um problema: qualquer coisa muito bonita é também muito delicada. Não é um objeto duro, é feito de vidro muito frágil. E uma vez que um espelho cai e se quebra, então não há como reuni-lo novamente.

As pessoas temem se envolverem muito e alcançar as delicadas camadas do amor, porque nesse estágio o amor é tremendamente belo mas também tremendamente mutante.

Sentimentos não são pedras, são como rosas. É melhor ter uma rosa de plástico, porque ela estará sempre lá e todo dia você pode banhá-la e ela estará fresca. Você pode colocar algum perfume francês nela. Se a cor dela desaparecer você pode pintá-la novamente. Plástico é uma das coisas mais indestrutíveis no mundo. Ela é estável, permanente; assim as pessoas param no fisiológico. É superficial, mas é estável.

Poetas e artistas são conhecidos por se apaixonarem todos os dias. O amor deles é como uma rosa. Enquanto está presente ela é tão perfumada, tão viva, dançando ao vento, na chuva, no sol, declarando suas belezas. Mas à noite ela se vai, e você não pode fazer nada para impedir isso.

O mais profundo amor do coração é somente como uma brisa que chega no seu quarto, traz sua frescura, serenidade, e então se vai. Você não pode segurar o vento em suas mãos. Bem poucas pessoas são tão corajosas para viver de momento a momento, uma vida mutante. Daí, elas decidirem se entregarem a um amor do qual elas possam depender.

Eu não sei que tipo de amor você conhece – muito provavelmente o primeiro tipo, talvez, o segundo tipo. E você teme que se você alcançar seu ser, o que acontecerá ao seu amor? Certamente ele se vai – mas você não será um perdedor. Um novo tipo de amor irá surgir o qual, talvez, só acontece a uma pessoa em milhões. Esse amor só pode ser chamado de amorosidade.

O primeiro amor deve ser chamado de sexo. O segundo amor deve ser chamado de amor. O terceiro deve ser chamado de amorosidade – uma qualidade, não direcionada – não possessiva e que não permite ninguém mais lhe possuir. Essa qualidade amorosa é uma revolução tão radical que mesmo concebê-la é muito difícil.

Jornalistas têm me perguntado: “Por que tem tantas mulheres aqui?”. Obviamente, a questão é relevante, e eles ficam chocados quando lhes respondo. Eles não estavam preparados para a resposta. Eu disse a eles: “Sou um homem”. Eles olharam para mim, incrédulos.

Eu disse: “É natural que muito mais mulheres estejam aqui, pela simples razão de que tudo que elas conheceram na vida delas foi sexo, ou em raros casos, talvez alguns momentos de amor. Mas elas nunca chegaram a conhecer o sabor da amorosidade”. Eu disse para esses jornalistas: “Mesmo os homens que vocês vêem aqui desenvolveram muitas qualidades femininas neles que estavam reprimidas pela sociedade exterior”.

Desde o princípio é dito a um menino: “Você é um menino, não uma menina. Comporte-se como um menino! Lágrimas caem bem numa menina, mas não para você. Seja macho”. Assim todo menino vai eliminando suas qualidades femininas. E tudo que é belo é feminino.Então finalmente o que resta é somente um animal selvagem. Toda a função dele é reproduzir filhos.

A menina não é permitida ter qualquer coisa com qualidades masculinas. Se ela quiser subir numa árvore ela será impedida imediatamente: “Isso é para meninos, não para meninas!” Estranho! Se a menina possui o desejo de subir na árvore, isso é prova suficiente para ela ter permissão.

Todas as sociedades criaram roupas diferentes para os homens e para as mulheres. Isso não está certo; porque todo homem é também uma mulher. Ele veio de duas fontes: o pai e a mãe. Ambos contribuíram para seu ser. E toda mulher é também um homem. Nós destruímos ambos.

A mulher perdeu toda a coragem, aventura, raciocínio, lógica, porque essas são tidas como qualidades masculinas. E o homem perdeu a graça, sensibilidade, delicadeza. Ambos se tornaram metades. Esse é um dos maiores problemas que temos que resolver – pelo menos para nosso povo.

Meus sannyasins precisam ser ambos: metade homem, metade mulher. Isso os tornará mais ricos. Eles irão ter todas as qualidades que estão disponíveis aos seres humanos, não apenas a metade.

No nível do ser, você simplesmente tem uma fragrância de amorosidade.

Os jornalistas me perguntaram: “Você ama Sheela?”. Eu disse: “É claro. Mas eu amo tantas mulheres que nem mesmo sei o nome delas. E não somente mulheres – amo tantos homens, porque eles também são metade mulher”. Em um milhão de sannyasins ao redor do mundo, eu não posso apontar para uma só pessoa e dizer: “Essa é a pessoa que amo”.

Só posso dizer: “Eu amo”. Quem quer que esteja pronto para receber meu amor… está disponível. Então não tenham receio.

Seu medo está certo: o que você tem como amor irá embora, mas o que virá no lugar é imenso, infinito. Você será capaz de amar sem ficar apegado. Você será capaz de amar muitas pessoas porque amar uma pessoa só é manter a si mesmo pobre. Uma pessoa pode dar uma certa experiência de amor, mas amar muitas pessoas…

Você ficará surpreso que cada pessoa lhe dá um novo sentimento, uma nova canção, um novo êxtase. Consequentemente, sou contra o casamento. Na minha visão, casamentos na comuna devem ser dissolvidos. Pessoas podem viver juntas por toda a vida se quiserem, mas isso não é uma necessidade legal.

Pessoas devem se movimentar, ter tantas experiências de amor quanto possível. Não devem ser possessivos. Possessividade destrói o amor. E eles não devem ser possessivos porque isso novamente destrói ser amor.

Todos os seres humanos são dignos de serem amados. Não há nenhuma necessidade de ficar acorrentado a uma pessoa por toda sua vida. Essa é uma das razões do porquê todas as pessoas ao redor do mundo parecem tão entediadas.

Porque elas não podem sorrir como você? Porque elas não podem dançar como você? Elas estão acorrentadas com correntes invisíveis: casamento, família, marido, esposa, filhos. Elas estão sobrecarregadas com todo tipo de deveres, responsabilidades, sacrifícios. E você quer que eles sorriam e dancem e se alegrem? Você está pedindo o impossível.

Torne o amor das pessoas livre, torne as pessoas não-possessivas. Mas isso só pode acontecer se na sua meditação você descobrir o seu ser. Não é nada para se praticar. Não estou lhes dizendo: “Hoje à noite você procure uma outra mulher apenas para praticar”. Você não irá conseguir coisa alguma e você pode perder sua esposa. E pela manhã você vai parecer tolo.

Isso não é uma questão de praticar, é uma questão de descobrir o seu ser. A qualidade da amorosidade impessoal segue a descoberta de seu ser. Assim você simplesmente ama.

E isso vai se espalhando. Primeiro, nos seres humanos, depois nos animais, pássaros, árvores, montanhas, estrelas. Um dia chega quando todo esse universo é seu amado. Esse é o nosso potencial. E qualquer um que não estiver realizando isso está desperdiçando sua vida.

Sim, você terá que perder algumas coisas, mas são coisas sem valor. Você estará ganhando tanto que você nunca pensará novamente no que você perdeu. Uma pura amorosidade impessoal que possa penetrar no ser de qualquer um – esse é o resultado da meditação, do silêncio, do mergulhar profundo dentro de seu próprio ser. Estou simplesmente tentando lhe persuadir. Não tenha medo de perder o que você tem.

Read Full Post »

Com mulher já fiz um monte de bobagens, como elogiar demais, concordar com tudo… e este texto abaixo indica como nós homens, devemos agir em certas ocasiões, é muito bom conferir:

David Wygant trabalha orientando homens e mulheres para melhorar suas vidas amorosas. Além de diversos produtos, ele oferece nos EUA treinamento personalizado. Já está trabalhando com isso há mais de dez anos, porém só começou a ficar mais conhecido depois do filme Hitch, cujo personagem foi baseado nele (vocês podem procurar fotos dele conversando com o Will Smith na internet). Através do site dele vocês podem ter acecsso a muita informação gratuita, incluindo vídeos e seu blog, ambos em inglês.

David Wygant: Em meus dez anos treinando homens e mulheres nas artimanhas dos relacionamentos amorosos, o tipo de jornada pela qual as mulheres me dizem que nunca querem passar novamente é conhecer e sair com um homem “carente e grudento”. Nada é tão broxante para as mulheres quanto um cara realmente carente.

Agora, eu posso praticamente ouvir as vozes dos homens protestando de todos os lugares, dizendo “Mas David, existem muitas mulheres carentes também!” Este blog não é sobre elas… é sobre VOCÊ.

Abaixo estão dez sinais que indicam que você está sendo carente. Lembre-se que você está tentando atrair mulheres e não afastá-las. Então, se você sofre de algum desses sinais de carência, você precisa imediatamente parar com essas ações.

1. Você acompanhou a mulher até a porta depois de um encontro. Ao invés de beijá-la, você pergunta se ela se divertiu. Mulheres são atraídas a homens confiantes. Elas não querem ter que te contar se elas se divertiram no encontro… elas querem que você seja confiante o suficiente em você mesmo para assumir que elas se divertiram.

2. Você ligou para uma mulher na noite anterior e ela não te ligou de volta ainda, então você envia um e-mail ou liga para ela de novo para perguntar se ela recebeu sua mensagem. Se você quer afastá-la, esta é uma das melhores formas de fazer ela sair correndo de você.

3. Você começa a enviar cincou ou seis mensagens de texto por dia para uma mulher após sair com ela. Você está enviando textos demais. Você não precisa ficar verificando a cada duas horas. Isto é um sinal de comportamento carente e grudento que afasta as mulheres.

4. Você não consegue atender uma chamada ao seu telefone que veio de um número não reconhecido. Você liga para a mulher com que está saindo, e com quem você acabou de falar há duas horas atrás, e pergunta “Foi você que me ligou agora?” Este tipo de comportamento vai assustá-la.

5. Você concorda com tudo que a mulher diz. Mulheres não estão procurando um homem que concorda com tudo que elas dizem. Mulheres querem um homem que as desafie e de quem elas podem aprender. Quando o homem concorda com tudo que uma mulher diz, ele está dizendo a ela que vai fazer TUDO para ter um relacionamento (que é outro sinal de carência).

6. A mulher saiu com as amigas. Ela prometeu te ligar quando chegasse em casa. Está ficando tarde e você não recebe nenhuma notícia dela. Você não resiste e você liga para o celular dela diversas vezes até ela atender. Isto é um sinal de carência e insegurança. Ela saiu com as amigas… não com outro cara. Deixe ela ter um pouco de espaço pessoal e ela irá respeitá-lo mais.

7. Você é disponível demais. Se você tem planos com um amigo, mantenha seus planos mesmo que a mulher peça para fazer algo na mesma noite. Mulheres não querem homens que são como uma lojinha de conveniência 24 horas.

8. Você tenta agradar a mulher o tempo todo. Eu sou a favor de homens fazerem coisas legais pelas mulheres, mas ela tem que merecer isso. Alguns homens deixam uma mulher pisar neles, e continuam sendo esponjas e permitem que isso aconteça muitas outras vezes. Defenda-se e ela vai te respeitar mais. Deixar uma mulher te pisar é um sinal claro de que você está sendo carente.

9. Não tenha medo de desafiar uma mulher. Se você não concorda com algo que uma mulher diz, não fique apenas sentado e concordando, achando que é isso que ela quer. Mulheres estão procurando por alguém que estimule suas mentes… não alguém que as entedie. Mulheres não são atraídas por homens que elas podem controlar completamente.

10. Seja o homem! Tenha um plano e o siga. Mulheres gostam de homens que planejam as noites de diversão. Não fique sempre perguntando o que ela quer fazer. Ouça o que ela gosta quando vocês estão conversando, então faça um plano divertido que você já sabe que ela vai gostar. Um homem carente vai fazer qualquer coisa que uma mulher queira. Um homem de ação vai criar planos para o que os dois vão fazer. Seja um homem de ação e a conduza a te achar mais atraente a longo prazo.

Mulheres são atraídas a homens que são confiantes e reais. Mulheres querem sentir que você precisa delas… mas apenas se você tem sua própria vida, suas próprias ambições e seus objetivos.

Se alguém já passou por algumas dessas situações, é melhor rever seus conceitos.

Read Full Post »

Quem já conviveu ou convive com pessoas mau humoradas, é uma experiência muito desgradável e que as vezes podem trazer grandes prejuízos entre os envolvidos em uma relação, sendo namorados, filhos, pais, amigos, colegas de trabalho.

Parece que eu tenho um imã para atrair este tipo de pessoas, amigos, namorada ou paquera, porque devido ao mal humor dela, não conseguimos tornar esta relação realmente duradoura e fortalecida. Talvez porque eu não tenha tanta paciência como deveria ter, ou por nunca saber como ela iria se comportar no próximo segundo, por que era assim, de repente fechava a cara e ninguém ou nada desmanchava  aquela cara. E isso realmente me fez sofrer, pois se fosse uma pessoa que eu não gostasse tanto, ficaria tudo bem depois de tanto tempo.

Passou-se o tempo e não procurei mais ela, mas para minha surpresa esse comportamento dela não era exclusividade minha, algumas pessoas que a conhecem já foram vítimas daquele mau humor  terrível,  sim terrível, porque o que eu já ouvi falarem dela realmente me deixou triste. Será isso uma doença?

Encontrei no site PsiqWeb explicando sobre isso, talvez seja útil para quem já sofreu ou sofre com pessoas mau humoradas:

Mau Humor

São comuns as queixas de pessoas pouco, relativamente ou muito insuportáveis. Filhos que se queixam de pais muito mau-humorados, ou de namorados, esposas, amigos, enfim, conviver com uma pessoa mau-humorada é difícil e desagradável.

Trazer o mau humor para a psiquiatria não é nenhum absurdo, pois, como se vê em critérios de diagnóstico, o mau-humorado destaca-se da maioria (critério estatístico) e produz sofrimento, nele e/ou nos demais (critério valorativo), portanto, perfeitamente possível de uma classificação psiquiátrica.

O caminho é considerar mau humor como um dos sintomas do mal humor, sendo mal com U uma qualidade contrária ao bem humorado e mal com L uma característica de doença, contrária ao humor sadio.

Em grego, Mal Humor (mau assim, com L e não com U) significa Distimia. O filósofo Sêneca tentou desprezar o termo Distimia por crer que o latim não necessitava importar palavras de outra língua e escreveu um belíssimo trabalho intitulado “A Tranqüilidade da Alma”. Mas, a despeito da belíssima descrição do tipo psicológico depressivo e melancólico, Sêneca não conseguiu expressão latina que completasse a idéia de Distimia.

Na psiquiatria o quadro mais relacionado ao Mau Humor é, de fato, a Distimia. Trata-se de um estado depressivo crônico, normalmente atípico e dissimulado através do mau humor, chatice, birra, implicância, desânimo, irritabilidade, de mal com a vida, etc. Esses estados depressivos crônicos, apesar de universalmente reconhecidos, têm seus sintomas e sua classificação ainda muito confusos e algo discordantes entre as várias tendências.

Há autores que classificam a pessoa mau humorada dentro dos distúrbios de personalidade, outros como se tratassem de neuroses, muitos como Distimia (Transtorno Persistente do Humor) e alguns, ainda, como distúrbios psíquicos meramente funcionais. Tudo isso é uma questão de conceitos.

De modo geral, preferimos classificar a maioria das pessoas consideradas mau-humoradas como sendo portadoras de Distimia.

A Distimia é um quadro depressivo crônico, incluído na CID.10 (Classificação Internacional das Doenças) nos Transtornos Persistentes do Humor. Ela se apresenta com sintomas de intensidade leve, se inicia em idade jovem e precoce e traz sofrimento e/ou prejuízos significativos para o paciente e para pessoas de seu convívio normalmente familiar e ocupacional.

Mau Humor e Personalidade

Sendo o mau humor um estado crônico e persistente, estando ele relacionado à afetividade, poderíamos atribuí-lo à algum traço de personalidade. Um traço de personalidade é um atributo estável e persistente da personalidade que acaba se refletindo em seu comportamento e atitude diante da vida, do mundo e da realidade. Os traços da personalidade caracterizam a maneira da pessoa SER e não da pessoa ESTAR.

Na personalidade, o que se considera “temperamento” seria o atributo mais relacionado ao mau humor, logo, à Distimia. O termo “temperamento” diz respeito ao componente genético ou constitucional que define as características dos impulsos e do afeto.

Um outro atributo da personalidade seria o “caráter”, considerado por muitos autores a parte responsável pela capacidade da pessoa formar juízos e críticas sobre as questões éticas ou morais, também igualmente responsável pela vontade (controle da volição).

Se o mau humor pode ser considerado um traço da personalidade e, mais que isso, um traço capaz de fazer sofrer, então ele preenche os critérios de Transtorno da Personalidade. Esses Transtornos de Personalidade são definidos como padrões persistentes de comportamento que se apresentam de maneira inflexível diante de várias situações pessoais ou sociais e devem satisfazer, principalmente, 4 características básicas:

1. início precoce, seja na infância ou na adolescência;

2. persistem ao longo do tempo;

3. se manifestam através de um padrão de comportamento não-normal em variadas situações pessoais e sociais;

4. produzem prejuízo ou sofrimento pessoal e/ou social e/ou ocupacional.

O problema prático mais contundente desses transtornos (do Humor ou da Personalidade) é em relação à possibilidade da pessoa ter ou não uma crítica sobre sua situação existencial de mau-humorado. Além da crítica, é fundamental que a pessoa portadora de qualquer um desses “traços” esteja ou não satisfeita com sua maneira de ser.

Quando a pessoa sofre com sua maneira “mala” de ser, lamenta pelo seu mau humor, e gostaria até de melhorar, dizemos que ela é ego-distônica com sua personalidade ou descontente consigo mesma. Ao contrário, quando mesmo diante do apelo de todos para que mude sua maneira de ser, quando opiniões sobre sua chatice são unânimes e ela própria não se considera mau humorada, chamamos de ego-sincrônica à sua maneira de ser.

Assim como tem sido extremamente raro a pessoa reconhecer ser pessimista (quase todos pessimistas se acham realistas), também os mau-humorados costumam negar sua chatice crônica, buscando justificar no cotidiano e nas circunstâncias as causas para seu azedume. Essas justificativas vão desde uma simples dor de dentes até um pneu furado, mas os clínicos que têm experiência em serviços de emergência sabem que o estado de humor varia de pessoa para pessoa, mesmo quando diante da mesma dor, mesmo quando ambas são acometidas de cólica renal. Existem pessoas que sofrem a dor em sua exata proporção (evidentemente não estão felizes), e aquelas que procuram distribuir seu infortúnio ao ambiente em sua volta.

Por conta da Distimia a pessoa é naturalmente aborrecida, e qualquer evento que não a satisfaça plenamente terá um efeito avassalador sobre seu estado de humor. Como a vida em sociedade e em família implica em reciprocidade de comportamentos, não tardará que as outras pessoas, de fato, motivadas pela chatice e azedume do mau-humorado, adotem comportamentos preventivos e evitativos, agravando ainda mais a vida de relação dos mau-humorados.

De outra forma, se o Mau Humor é conseqüente à um Transtorno Obsessivo-Compulsivo da Personalidade, a incompatibilidade entre a pessoa e o mundo se deve às características de perfeccionismo e inflexibilidade desse tipo de transtorno. Essas pessoas obsessivas se preocupam exageradamente com a observância das normas e das regras (normalmente SUAS normas e regras) e acabam se escravizando com a organização e com os detalhes. Quando a ordem das coisas não ocorre de acordo com sua previsão e desejo, tais pessoas tornam-se muito desagradáveis.

O Que Fazer

A Distimia, assim como outros tipos mais clássicos de depressão, tem tratamento eficaz às custas de antidepressivos e terapia. Quanto à isso, a medicina está bem preparada. Entretanto, a maior dificuldade está em fazer o paciente entender e aceitar que é mau-humorado e, mais que isso, que deve submeter-se a tratamento. E este tratamento não servirá apenas ao próprio paciente, com objetivo de melhorar sua qualidade de vida, mas, sobretudo, às demais pessoas que com ele convivem.

Culturalmente parece ser mais aceito que a pessoa tome insulina continuamente para controle da diabetes, por exemplo, ou que use remédios para hipertensão, óculos ou marcapasso cardíaco, do que tenha que usar antidepressivos para melhora de si e dos demais. Essa parece ser uma barreira cultural quase intransponível para o tratamento de muitos casos de Mau Humor.

Os mesmos antidepressivos são de valor inestimável para atenuação dos rompantes obsessivos-compulsivos. Nesses casos, onde o Mau Humor se deve à personalidade obsessiva, além dos antidepressivos, a psicoterapia tem um peso maior ainda.

Fonte: PsiqWeb – Portal da Psiquiatria

Bom é isso, quem é mau humorado ou conhece alguém que seja, um tratamento pode ser muito eficaz e pode trazer paz para muitos que se relacionam com estas pessoas.

Este video mostra a diferença entre o mau humorado e o bem humorado, muito boa palestra:

Read Full Post »

Você saber o que a mulher está querendo te dizer, sem ela te falar uma palavra  é um trabalho realmente quase impossível, ou mesmo impossível!

Não consigo compreender  porque as mulheres não dizem o que realmente pensam quando estão zangadas com alguma coisa que poderíamos talvez mudar, algo que poderíamos resolver com uma discussão sadia. Por que na minha opinião e a experiência que vivi, me diz que se houvesse diálogo, meu relacionamento com uma mulher seria mais duradouro. Talvez isso esteja na natureza da mulher, então, isso nunca vai mudar.  Mesmo experiente agora, as mulheres  ainda me pegam de “calça curta”.

Para entender um pouco disso, encontrei esse texto na net:

Podemos dividir as pessoas do mundo em dois grupos distintos: aqueles que prestam atenção nos sinais e aqueles que não enxergam isso. No primeiro grupo, estão as pessoas que tentam interpretar isso e reagir de acordo, e é com esse grupo que eu quero falar hoje.  Se você não sabe o que é um sinal vindo da sua parceira ou nunca percebeu ela tentando dizer algo sem usar palavras, ignore esse texto.

Com o passar do tempo e as experiências sendo somadas, eu fui percebendo que tem milhares de pequenas coisas que as mulheres tentam nos dizer sem usar palavras. Sabe aquela cara de quem comeu e não gostou que elas fazem as vezes, mesmo que a gente simplesmente não entenda o motivo daquilo? É um sinal. E existem outros tantos que elas tentam passar.

Uma pausa: eu nunca entendi completamente essa linguagem de sinais das mulheres, e tenho certeza que milhares de outros homens estão comigo nessa. Poderiamos combinar uma coisa mais simples: Que tal se vocês, quando querem dizer algo, não usarem o jeito SIMPLES de fazer isso, que é falando claramente o que estão pensando?

Isso me traz até onde queria chegar: Sendo eu um cara esperto, que procura achar explicações e reagir aos sinais, não poderia existir nada que desse errado ao tentar fazer isso, correto? Era o que eu pensava. Até eu aprender, mais uma vez, que as mulheres são aquelas coisinhas lindas que os homens jamais entenderão. E acredite, não tem literatura alguma no mundo que te ajude a fazer isso sem que você seja acusado de ser desligado, insensível, grosso ou de estar pensando que, por qualquer motivo que você desconheça, você pense que ela não é bonita e você deixou de gostar dela de uma hora pra outra.

Vamos combinar aqui uma coisa, mulheres do mundo: Que tal vocês lembrarem, pelo menos de vez em quando, que homem no geral não é tão ligado assim em pequenos gestos… e que mesmo que seja, ele vai tentar reagir a algo que ele esteja vendo. E que assim sendo, existe uma porcentagem de chance muito maior de algo dar completamente errado porque existem formas diferentes de encarar situações corriqueiras, e que nem sempre a gente vai ser de melhor serventia pra vocês tentando adivinhar algo? Ou pra facilitar mais, que tal vocês simplesmente lembrarem que a gente ainda não tem o poder de ler mentes e que tem horas que não dá pra simplesmente adivinhar que aquela hora, num momento de distração total, você deu um oi pra alguma outra mulher que chegou perto e que isso era tudo o que você nunca deveria ter feito na vida?

Eu posso garantir, vários amigos que vão ler isso aqui vão entender o recado. Você, mulher, também vai entender isso. E vai lembrar de alguma vez (ou várias delas) em que agiu dessa forma. O lance é que, se vocês não estão juntos a 50 anos ou mais, a chance de o cara entender algo errado porque você fez uma cara de nojinho aparentemente sem sentido é grande. Então, pra chegarem la na frente, onde um pensa e o outro entende após vários anos juntos, você precisa mesmo ceder um pouco e tentar falar o que pensa e sente, ao menos uma vez ou outra. Que tal, é possível?

Fonte: Diário de Casal

Read Full Post »

Para escrever realmente o que penso, nunca gostei destes filmes do gênero “comédia-romântica”, são muitos chatos, não tem ação nenhuma, nenhuma briguinha, rs, não que eu seja a favor da violência no cinema, mas um filminho de ação prende muito mais a atenção do que comédia-romântica.

Mas falando sério, estou de acordo com os pesquisadores, se todas as brigas entre casais, tivessem um final feliz como estes filmes, a vida seria maravilhosa, mas infelizmente as coisas não são como nos filmes.

Pesquisadores da Universidade de Heriot-Watt, na Escócia, constataram (em um trabalho bem divertido) que assistir a comédias românticas deixa a gente com expectativas irreais – e potencialmente perigosas – quantos aos relacionamentos da vida real.

Analisando 40 sucessos do gênero (como “Enquanto Você Dormia”, com o casalzinho Sandra Bullock e Bill Pullman, e “Mensagem para Você”, com Meg Ryan e Tom Hanks), eles isolaram alguns dos elementos mais perigosos das histórias: os conceitos de que casais se apaixonam instantaneamente; que, no final, o destino sempre une as pessoas que se amam; e que há apenas um par perfeito para cada um. Além disso, nos filmes as traições e mancadas são superadas com muito mais facilidade do que na vida real.

Identificado o inimigo, os especialistas colocaram cerca de 100 voluntários para assistir a “Escrito nas Estrelas” – aquele filme fofinho com John Cusack e Kate Beckinsale. Outros 100, enquanto isso, assistiam a um drama de David Lynch.

Em um questionário feito após a sessão, quem viu a comédia romântica demonstrou convicções muito mais fortes nos conceitos românticos, como destino, do que os outros. Inocentes. “Se você acha que é assim que as coisas funcionam, pode se preparar para uma decepção“, aconselha o líder do estudo, Bjarne Holmes.

Read Full Post »

Older Posts »

Juarez Barcellos

Educação musical

Cá Minhando

Só algumas histórias

SporeModding

Modificações, tutoriais, dicas e notícias sobre o universo Spore!

CORINTHIANS - Uma Nação

Histórias e notícias de um grande clube

Matt on Not-WordPress

Stuff and things.

BLOG DO RONALDO

Um espaço para reflexão sobre a vida e a sociedade

blog into mystery

Celebrating the Best and Worst in Comics

colmhogan.wordpress.com/

Music, Culture & Technology.

Cavalcade of Awesome

All Pax. All Nude. All the Time.

backtothemusic

time travelling through iTunes

%d blogueiros gostam disto: