Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \23\UTC 2010

Já assisti várias vezes Avatar, é um filme belissímo, me chamou a atenção pelo realismo dos personagens do planeta Pandora, a mensagem ecológica que passa é maravilhosa, mas não vamos exagerar, tem gente fora da realidade por aí.

fonte: Virgula.com.br

Assistir Avatar tem deixado muita gente feliz. O problema é lidar com a realidade depois. No site Avatar Forum, um dos maiores sobre o filme, é cada vez maior o número de fãs se queixando de Depressão pós-Avatar.

Segundo o administrador do fórum, Philippe Baghdassarian, um tópico chamado “Maneiras de lidar com a depressão pelo sonho de Pandora ser intangível” recebeu mais de mil posts, o que o obrigou a abrir um segundo espaço para o mesmo assunto.

Usuários obcecados relatam que gastam horas pesquisando sobre o filme e que já o assistiram várias vezes. E lamentam não poder visitar ou morar no planeta Pandora, já que ele parece tão melhor do que a Terra. Além disso, muitos criticam a raça humana.

E alguns posts chegam a ser bastante preocupantes. Baghdassarian cita como exemplo o de um rapaz chamado Mike.

“Desde que fui ver Avatar eu ando deprimido. Ver o maravilhoso mundo de Pandora e todos os Na’vi fez com que eu quisesse ser um deles. Não consigo parar de pensar em tudo que aconteceu no filme e todas as lágrimas que já derramei por isso. Eu até já cogitei suicídio, pensando que se eu fizer isso vou renascer em um mundo similar à Pandora e tudo vai ser igual ao que é em Avatar”, escreveu Mike.

Preocupados com mensagens desse tipo, outros usuários do fórum tem tentado animar os colegas. Como formas de combater a depressão pós-Avatar eles sugerem que eles comprem a trilha sonora e jogos de vídeo game sobre o filme, além de conversar com amigos sobre seus sentimentos.

Anúncios

Read Full Post »

Uma jornalista deste tipo não merece nenhum respeito e credibilidade, mostra que é uma pessoa que não respeita o próximo,  não se preocupa com a sociedade, só se preocupa com o alto salário no final do mês e a risadinha da jornalista do lado também é uma piada de mal gosto. Chego a impressão que jornalistas não tão nem aí com a realidade que apresentam em um telejornal, o Jorge Kajuru tem razão, jornalismo no Brasil é pura hipocrisia, tirando os bons, o resto pode deixar de lado.

O que seria da humanidade, se alguém não fizesse o trabalho que nenhum pai ou mãe de classe média, sonha para seus adorados filhos? Qualquer profissão é digna, ganhar seu pão do dia a dia, não é desonra para ninguém.

Muitas vezes as pessoas não reparam no que é simples, no cotidiano, se não existissem os lixeiros, o que você, eu e o mundo inteiro faria? Imaginem o caos que seria, os próprios donos da casa teriam que levar seu lixo para algum lixão longe da cidade, iriam perder tempo, horas de descanso, depois de um dia duro de trabalho, e assim por diante.

Bóris Casoy pertence a uma elite, que só veem as pessoas por cima, como frequenta as altas rodas da sociedade, ele não reparou ainda que se não fosse o jardineiro, o pedreiro, o lixeiro, entre outros profissionais de respeito, não teria onde morar, porque não tem capacidade para construir uma casa, a grama estaria toda alta, porque não sabe pegar numa tesoura, e o bairro onde mora seria inabitável, porque se não fossem os lixeiros, sua pobre e humilde mansão, seria uma fedentina só.

Como disse em um outro post, o mundo está por fio, se não cuidarmos da ecologia, todos vão sofrer, inclusive, estes senhores arrogantes, como este pobre jornalista, aí todos vão ficar no mesmo nível, porque quem manda aqui na Terra, é a natureza e no universo, somente Deus.

Read Full Post »

Não existe um ranking oficial a respeito, por isso tivemos que fuçar vários livros de história para selecionar os monarcas mais estranhos de todos os tempos. E olha que achamos muitos candidatos à coroa. Ou melhor, à camisa-de-força!

10. Nabonidus

Quando viveu – Século 6 a.C.

Onde reinou – Babilônia

Nabonidus levou ao fundo do poço a poderosa civilização da Babilônia, que teve seu auge entre os séculos 18 a.C. e 6 a.C. Esquisitão, ele vivia escondido num oásis na Arábia enquanto seu filho administrava o reino. Para horror dos súditos, desprezava o culto a Marduk, o deus mais popular. Em vez disso, construiu um templo para si próprio, onde rolavam cerimônias comandadas por duas sacerdotisas: sua mãe e sua irmã – Freud explica…!

Maior loucura – Trechos dos Pergaminhos do Mar Morto – achados em Israel a partir de 1947 – relatam que Nabonidus achava que era um bode e às vezes saía andando de quatro e comendo grama!

9. Frederico I

Quando viveu – 1657-1713

Onde reinou – Prússia

Frederico I era totalmente obsessivo. Certa vez, resolveu detalhar como os funcionários públicos deveriam se comportar. Resultado: escreveu um calhamaço com 35 capítulos e 297 parágrafos! Acabaram sobrando regras rígidas até para seu filho. Desde os 6 anos, o coitado era acordado às 6 da matina ao som de canhões! Só para acostumar com a guerra!

Maior loucura – Frederico amava a sua guarda imperial, formada só por caras acima de 1,80 m. A França quase declarou guerra à Prússia após Frederico mandar seqüestrar uns franceses altos…

8. Vlad III

Quando viveu – 1431-1476

Onde reinou – Valáquia (na atual Romênia)

Vlad III viveu numa época dura. Nobres revoltosos cegaram os olhos de seu irmão mais velho com ferro quente (ahhh!) e depois o enterraram vivo! Assim, quando subiu ao poder, a primeira coisa que Vlad fez foi se vingar do que havia rolado com sua família. Ele mandou empalar – ou seja, atravessar com uma estaca – boa parte dos nobres, incluindo as crianças!

Maior loucura – Quando, em 1462, os otomanos resolveram invadir o reino de Vlad, deram de cara com um “cartão de boas-vindas”: 20 mil soldados empalados pelo caminho! O conquistador otomano Mehmet II quase vomitou e resolveu dar meia-volta.

7. Mustafá I

Quando viveu – 1592-1639

Onde reinou – Império Otomano

Para evitar uma disputa pelo trono enquanto seu irmão governava, Mustafá ficou 14 anos preso numa ala sem janelas do palácio real. Só podia ficar lelé… Quando o irmão morreu, Mustafá assumiu o poder e logo nomeou dois servos como governadores! Prenderam o cara outra vez… Conspiração vai, conspiração vem, decidiram soltar Mustafá de novo. Seis meses depois, ninguém agüentava mais o maluco. Mustafá foi trancafiado pela última vez e morreu 16 anos depois.

Maior loucura – Mustafá se divertia jogando o tesouro real pela janela. Ele adorava ver o povo se matando para pegar as coisas…

6. Nadir Shah

Quando viveu – 1688-1747

Onde reinou – Pérsia (no atual Irã)

General vitorioso, Nadir depôs o rei para assumir o poder. Após se safar de uma tentativa de assassinato, pirou. Suspeitando do filho, cegou o cara na frente da nobreza. Aliás, pensando melhor, decidiu cegar também os nobres que viram a cena! Acabou morto pelos próprios homens, antes que sobrasse pra eles…

Maior loucura – Por onde passava, Nadir torturava e matava para descobrir alguma conspiração. E ainda brincava de “Lego”, fazendo torres com as cabeças decepadas!

5. Ivan, o Terrível

Quando viveu – 1530-1584

Onde reinou – Rússia

Desde pequeno, Ivan já mostrava sua natureza “dócil”, atirando cães e gatos das muralhas do Kremlin… Quando sua mulher morreu, Ivan achou que ela tinha sido envenenada e passou a matar nobres russos. Seu tesoureiro foi cozido num caldeirão! Depois das crueldades, Ivan batia a cabeça no chão em penitência…

Maior loucura – Um dia, Ivan espancou sua nora porque não gostou das roupas dela. Seu único filho vivo discutiu com o psicopata. Péssima idéia! O velho maluco bateu com um cetro de ferro na cabeça do coitado e o matou!

4. George III

Quando viveu – 1738-1820

Onde reinou – Inglaterra

Aos 50 anos,George III começou a ter violentos delírios. Agitado, suava em bicas e tirava as roupas onde estivesse. Após ir para um hospício, ele até se recuperou, reinando por mais 20 anos antes de ficar doente de novo. Nos últimos momentos de vida, conversou sozinho durante 58 horas até o coma final!

Maior loucura – Certo dia, George se aproximou de uma árvore e lhe deu um vigoroso “aperto de mão”. Quando perguntaram se ele estava bem, ele disse: “Não me interrompa! Estou conversando com o rei da Prússia”…

3. Gian de Medici

Quando viveu – 1671-1737

Onde reinou – Florença, na Itália

Desde pequeno Gian era deprimido. Ficava meses na cama. Seu pai piorou as coisas ao lhe arrumar uma mulher feia de doer. Foi acusado de impotente pela mulher, mas o problema era o estímulo… Quando o casamento acabou, Gian voltou para sua amada cama, para onde começou a levar garotinhos. Com o tempo, sua saúde mental se deteriorou. No final, era na sua grande cama que ele fazia tudo: até defecar e vomitar…

Maior loucura – Gian chegou a ter quase 400 pessoas em um “estábulo sexual”, na maioria jovens garotos.

2. Carlos VI, o louco

Quando viveu – 1368-1422

Onde reinou – França

Com o apelido de Louco, Carlos manteve a tradição familiar, pois teve antepassados como Clovis II, o Inútil, e Childerico III, o Idiota… Ele tinha acessos de fúria e dores de cabeça terríveis. Aos 24 anos, matou quatro servos durante uma crise. Para curá-lo, médicos furaram o crânio de Carlos para “aliviar a pressão” – o que só despertou nele uma fúria maníaca contra doutores…

Maior loucura – Em 1405, Carlos parou de tomar banho e ainda fazia xixi e “barro” nas roupas… Se alguém chegava perto, gritava que era de vidro e que ia quebrar!

1. Ibrahim, o louco

Quando viveu – 1616-1648

Onde reinou – Império Otomano

Ibrahim levava uma vida de luxos e orgias. Uma vez, curioso com o órgão sexual de uma vaca, fez um molde das “partes” da bichinha. Com ele na mão, rodou o reino até arrumar uma amante com as partes “idênticas”. Achou Sechir Para, que pesava 150 quilos! Após afundar o reino em dívidas, foi deposto e enjaulado.

Maior loucura – Uma vez, Sechir Para contou que uma das 280 concubinas do rei havia pulado a cerca, mas não disse quem era ela. Ibrahim mandou pôr as 280 mulheres em sacos cheios de pedras e afogá-las no mar!

Read Full Post »

Depois de mais um ano, estamos aqui de novo, para muitos o começo do ano é só uma continuidade do já fazem a muito tempo: sendo trabalhando, tocando em banda, vagabundeando, etc… Para outros é a esperança de que tudo mude, para melhor de preferência, para que não surge nenhum maluco americano e detone com a economia de novo, para que meu time, enfim, ganhe uma libertadores, para que o futuro, volte a ter um caminho correto para todos.

Mas também é um ano que devemos olhar um pouco mais para a natureza, porque se não tratá-lá bem, muita coisa vai acontecer,  é só observar o que está ocorrendo por aí. Nunca devemos desafiar algo que é muito superior a nós, porque simplesmente dependemos dela, nós fazemos parte dela, não é só a Onça Pintada, nem o Tamanduá Bandeira que correm perigo de extinção, pode ser quem for, até aquele que mora no 25º andar no centro de uma metrópole, se não cuidar da natureza, pode demorar para chegar nele, mas vai sofrer as consequências do descuido com o planeta Terra.

Espero que este ano tudo corra bem para todos, muita gente diz que devemos ter metas nas nossas vidas, é a mais pura realidade.

Read Full Post »

Juarez Barcellos

Educação musical

Cá Minhando

Só algumas histórias

SporeModding

Modificações, tutoriais, dicas e notícias sobre o universo Spore!

CORINTHIANS - Uma Nação

Histórias e notícias de um grande clube

BLOG DO RONALDO

Um espaço para reflexão sobre a vida e a sociedade

blog into mystery

Celebrating the Best and Worst in Comics

colmhogan.wordpress.com/

Music, Culture & Technology.

Cavalcade of Awesome

All Pax. All Nude. All the Time.

backtothemusic

time travelling through iTunes

%d blogueiros gostam disto: